quinta-feira , 18 julho 2019

Águas cristalinas chamam atenção em Bonito

Não há como ignorar o trocadilho: Bonito é realmente muito bonito. A natureza foi ímpar em suas atribuições, e os privilegiados são os turistas, que a cada ano descobrem, no Mato Grosso do Sul, a 278 km da capital do estado – Campo Grande – esse paraíso. As atrações vão da simples contemplação – que em Bonito ganha um novo sentido – a mais pura adrenalina, especialmente concebida para os adeptos dos esportes radicais.

Bonito fica na Serra da Bodoquena – que abriga a maior extensão de florestas preservadas do Mato Grosso do Sul – e possui o maior aquário natural de água doce do Brasil. As opções de diversão e aventura são inúmeras: trekking, banhos de cachoeiras, grutas de águas cristalinas, como a belíssima Gruta do Lago Azul, flutuação nas correntezas de rios como Sucuri, da Prata e Formoso, rafting, mergulho autônomo (com cilindros de oxigênio), trilhas de bike, rapel, parapente, ultraleve.

O santuário ecológico ainda preserva uma admirável diversidade de espécies animais e vegetais. O mais impressionante é observar a riqueza que habita o fundo de rios e lagoas. A visibilidade das águas da região, garantida pela alta concentração de calcário, que funciona como agente purificador, permite que o turista desfrute desse privilégio.

O sucesso do turismo em Bonito está intimamente ligado à preservação da natureza. Qualquer passeio nesse santuário é acompanhado por um guia local registrado.

Não deixe de conhecer as maravilhas de Bonito, como a Gruta do Lago Azul, Aquário Natural, Rio da Prata, Rio Sucuri, Rio do Peixe, Cachoeira do Rio Mimoso, Passeio de bote no Rio Formoso, Cachoeira do Rio Aquidaban, Balneário Municipal e Abismo Anhumas.

Fonte: Bom Destino Viagens e Turismo

Deixe uma resposta