Mulheres obesas têm mais chances de sofrer infarto que homens

balancaEstudo inédito da Secretaria da Saúde realizado no hospital estadual Dante Pazzanese, refererência nacional em cardiologia, aponta que as mulheres obesas e hipertensas correm 10 vezes mais risco de sofrerem um ataque do coração, como infarto, do que homens nessa mesma condição.

A comparação estatística apontou também que os pacientes obesos, homens e mulheres, possuem nove vezes mais chances de terem um evento cardiovascular do que os pré-obesos. O estudo ainda mostra que os hipertensos têm 2,5 mais risco de sofrerem um ataque do coração do que as pessoas atendidas no ambulatório que não têm pressão alta.

O estudo foi feito com base na avaliação de 1.304 pacientes maiores de 18 anos atendidos no Ambulatório de Nutrição do hospital. Desse total, 450 eram homens e 854, mulheres. O método empregado faz uma análise bioestatística por intermédio de cálculos matemáticos em computador.

Todos os pacientes foram avaliados no início do tratamento, com a utilização de medidas como peso, estatura e circunferência abdominal, e da presença de fatores de risco cardiovascular, como colesterol e pressão alta, por exemplo.  As amostras foram padronizadas para permitir a comparação estatística.

Os resultados apontaram que 98% das mulheres avaliadas tinham circunferência abdominal muito elevada (acima de 88 cm), contra 82,7% dos homens. Para o sexo masculino a circunferência abdominal é considerada elevada a partir de 102 cm. Do total de mulheres, 58% eram hipertensas, contra 37% dos homens. Entre os pacientes hipertensos atendidos no ambulatório, 93% tinham circunferência abdominal muito elevada.

“Esse estudo reflete que a alimentação inadequada desses pacientes, rica em açúcares, gordura e sódio, pode ser a fonte primária para aumentar o risco cardiovascular, causando obesidade e hipertensão. A mudança dos hábitos alimentares é fundamental para a prevenção desses problemas”, afirma o responsável pelo Ambulatório de Nutrição do Dante Pazzanese, Daniel Magnoni.

Deixe uma resposta