sexta-feira , 19 agosto 2022

Bilhete único em trens e Metrô de SP

O prefeito José Serra e o governador Geraldo Alckmin assinaram nesta sexta-feira o convênio que permitirá a integração entre o bilhete único e a rede de trilhos da capital, formada pelo metrô e os trens da CPTM. A integração será implantada progressivamente a partir do final de novembro.

A medida deverá beneficiar cerca de 2 milhões de usuários e o custo será de R$ 15 milhões, divididos igualmente entre Prefeitura e Estado. Para que a integração seja possível serão instalados validadores do bilhete único em algumas catracas das estações de trem e metrô.

O passageiro que entrar num ônibus e depois, no período de até duas horas, entrar em uma estação de trem ou metrô irá pagar somente o complemento da tarifa integrada, cujo valor ainda não foi definido.

A integração deverá começar com a linha Osasco/Jurubatuba da CPTM e com a linha verde (Vila Madalena/Paraíso) ou lilás (Capão Redondo/Largo Treze) do metrô. A mesma regra vale para quem começar a viagem sobre trilhos. No entanto, não será possível começar a viagem em ônibus, passar para o metrô e trocar novamente para ônibus, ainda que no período de duas horas.

Fonte: Governo do Estado de SP

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube