sábado , 24 julho 2021

O café não aumenta os riscos para o coração

Os mitos sobre o café e doenças do coração são antigos mas aos poucos eles estão perdendo a credibilidade. As preocupações antigas para se evitar totalmente o café para os jovens e idosos já não são mais importantes e o uso do café moderado pode trazer benefícios.

Evitar o exagero quando se tem a pressão alta ou problemas digestivos já são recomendações conhecidas e antigas. A novidade está num trabalho recém publicado onde os autores quiseram avaliar a relação do consumo do café e o risco de infarto do miocárdio .

O estudo foi realizado com 32.650 homens, média de idade de 40 anos, e demonstrou que não há relação do consumo de café e o risco de sofrer um infarto do miocárdio. O trabalho mostrou que os fatores de risco que realmente tem relação com o infarto são os conhecidos, Diabetes, colesterol alto no sangue, sedentarismo, cigarro entre outros.

As novas investigações sobre os efeitos do café tem demonstrado que a cafeína não é a única substância presente e importante no produto mas outras ações já foram descritas.

Os pesquisadores estão demonstrando as ações dos ácidos clorogênicos capazes de estimular áreas cerebrais e caracterizar efeitos anti-depressivos. Desta forma cada vez mais o café está participando da nossa dieta, com vários sabores e sofisticações, e quando não exagerado trazendo efeitos benéficos, mas principalmente um aroma inigualável.

Fonte: Dr. Carlos Alberto Pastore

Deixe uma resposta

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube