sábado , 24 julho 2021

Apresentação do Projeto Museu do Futebol

A maior metrópole da América do Sul, conhecida por seu caráter cosmopolita e vanguardista, será, dentro de alguns anos, sede de mais um importante ícone mundial: o “Museu do Futebol”.

O projeto, que nasceu de uma idéia do prefeito da Capital, um apaixonado por futebol, pretende criar um espaço interativo, criativo e altamente tecnológico para celebrar e resgatar a importância cultural e histórica do esporte, que é a grande mania mundial.

“Estamos nos inspirando no que há de mais moderno nesse tipo de abordagem no mundo, inclusive nos maiores parques temáticos, e contando com colaboração de grandes especialistas tanto no tema futebol quanto em turismo”, diz o prefeito sobre o projeto. “Mais uma vez, seremos referência no continente”. E nada mais lógico do que a novidade ser concebida em São Paulo. “Afinal, apesar de muitos não saberem, foi aqui que o futebol chegou oficialmente no Brasil”, conclui.

“Sem falar no fato de que somos a maior metrópole brasileira, centro de vanguarda e conhecimento da América do Sul e dona da maior infra-estrutura turística do País”, diz o presidente da São Paulo Turismo.

Projeto

O projeto do Museu do Futebol foi apresentado nesta segunda-feira (07/11), no Estádio do Pacaembu, onde estará situado, na zona oeste da capital paulista, e contou com a presença do prefeito de São Paulo, dos presidentes da Fundação Roberto Marinho, José Roberto Marinho, e da CBF, Ricardo Teixeira, do secretário municipal de Esportes, do presidente da São Paulo Turismo, do presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, de dirigentes de diversos clubes e personalidades do esporte, entre elas sua maior referência, o rei Pelé.

O novo empreendimento deverá trazer para a cidade milhares de visitantes de todas as partes do mundo, movidos por essa grande paixão. Além de ser a maior metrópole do País do futebol – afinal, o Brasil é o único pentacampeão do mundo e a maior referência do popular esporte no planeta -, São Paulo está preparada para receber turistas de todo o mundo, considerando sua capacidade hoteleira, ampla oferta cultural, gastronômica, de eventos e compras.

Que outra cidade brasileira possui mais de 500 hotéis e 50 mil unidades habitacionais de todas as categorias, para todos os bolsos? Embora seja reconhecida mundialmente como a capital dos negócios, o que não é à toa, já que São Paulo sedia 70% dos mais importantes eventos de negócios que acontecem no País, a cidade é também o maior centro de entretenimento da América Latina.

Não há outra metrópole na região que ofereça a seus visitantes mais de 12 mil restaurantes com 52 cozinhas diferentes e milhares de bares. Nem mesmo a diversidade cultural. São 120 teatros e casas de shows, com apresentações que vão desde peças infantis a megamontagens de musicais da Brodway, 90 casas noturnas, 11 centros culturais, 280 cinemas e 71 museus.

Para complementar a visita, 40 parques naturais, vários parques temáticos e muitas opções de compras, que vão das grifes do Shopping Iguatemi e da rua Oscar Freire, considerada uma das mais luxuosas do mundo, aos bons preços da rua 25 de Março, do Brás e do Bom Retiro. E as 42 ruas de comércio especializado, com produtos que vão de essências a instrumentos musicais, passando por artigos de couro, discos raros e tecnologia.

Importância para a cidade

Além de ser um orgulho para a cidade, para todos os paulistanos e para quem vive aqui, sediar o Museu do Futebol é um fato economicamente muito importante para São Paulo. O turismo já é um segmento relevante para a receita da cidade. Hoje, São Paulo é a principal porta de entrada de turistas internacionais no País e a segunda cidade mais visitada por estrangeiros.

No total, 7,5 milhões de pessoas visitam São Paulo anualmente. Mais de 50% delas a negócios e 30% a lazer. Toda essa movimentação é responsável pela geração de mais de 500 mil postos de trabalho, diretos e indiretos. Um dos grandes desafios é estimular o turista de negócios a ficar, pelo menos, mais um dia na cidade, a fim de usufruir toda sua oferta de entretenimento. Se isso acontecer, pelo menos mais R$ 1 bilhão será injetado na economia local.

São Paulo vem se consagrando não só por sua força econômica na América Latina, mas por seu caráter vanguardista e poder gerador e multiplicador de eventos diferenciados, culturas e tendências. A São Paulo Turismo trabalha em parceria com o São Paulo Convention & Visitors Bureau e as agências de receptivo a fim de criar produtos que estimulem os turistas, especialmente brasileiros e sul-americanos, a virem a São Paulo a lazer e entretenimento. Um bom exemplo são os roteiros temáticos – Glamour, Romance, SP dos Paulistanos, Faces, Religiões, Arte, Família, Bem-Estar e SP Verde.

E o Museu do Futebol será peça fundamental neste processo, tanto na percepção dessa característica de vanguarda da cidade por brasileiros e sul-americanos, quanto para o incremento do turismo, que movimenta 52 setores da economia.

Fonte: Prefeitura de São Paulo

Deixe uma resposta

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube