sábado , 24 julho 2021

Bilhete único passa a valer a partir de 30/12

A população de São Paulo passa a usar, a partir do dia 30 de dezembro, o Bilhete Único. integrado Metrô -CPTM- ônibus. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, dia 23, na Estação Ana Rosa do Metrô, pelo governador Geraldo Alckmin e o prefeito José Serra.

O bilhete, que terá o valor de R$ 3,00, vai beneficiar 1,1 milhão de passageiros que usam ônibus-Metrô, além dos 4 milhões de usuários diários do transporte sobre trilhos (2,6 milhões do Metrô e 1,4 milhão da Companhia paulista de Transportes Metropolitanos – CPTM. “A população ganha com tecnologia, porque é um cartão só que vai utilizar os três modais de transportes, integrando 59 Km de Metrô, 270 Km de trem e 15 mil ônibus”, disse Alckmin. Ele também destacou que a população ganha com o desconto. “Uma viagem que custaria R$ 4,10 vai custar R$ 3,00, ou seja, uma economia de R$ 1,10 por viagem. Se computar o bilhete único que já existia, que custa R$ 3,60, mesmo assim terá um ganho de R$ 0,60”, comentou.

O anúncio de hoje corresponde à primeira fase de implantação do novo sistema no Metrô e nos trens da CPTM a partir da Linha 2 do Metrô (Ana Rosa – Vila Madalena) e da Linha C da CPTM (Osasco-Jurubatuba).

Primeira Fase

Para a primeira fase da implantação, foram instalados 87 validadores. São 26 nas estações da Linha 2 do Metrô (Vila Madalena – Ana Rosa), assim distribuídos: Vila Madalena (4), Sumaré (3), Clínicas (5), Consolação (7), Trianon-Masp (7), Brigadeiro (7), Paraíso (7). E nas estações da Linha C da CPTM: Osasco (7), Presidente Altino (2), Ceasa (2), Villa Lobos – Jaguaré (2), Cidade Universitária (3), Pinheiros (3), Hebraica-Rebouças (3), Cidade Jardim (2), Vila Olímpia (3), Berrini (2), Morumbi (2), Granja Julieta (2), Santo Amaro (3), Socorro (3) e Jurubatuba (2). Os validadores foram instalados sobre bloqueios (catracas) das estações e passaram por testes técnicos, para ajustes operacionais. “Esperamos que até maio os validadores sejam instalados em todas as estações do Metrô, trem e nos ônibus”, informou o governador.

Informações importantes

A implantação do bilhete único integrado ao Metrô e CPTM irá permitir ao usuário do transporte coletivo realizar até três viagens por ônibus, mais uma de Metrô/CPTM (sistemas já integrados gratuitamente).

O bilhete inteligente fará o desconto correspondente a cada sistema – quando o usuário vier do ônibus para o Metrô ou CPTM e vice-versa.

Se usuário sair de uma estação do Metrô ou da CPTM e quiser retornar com o bilhete único, independentemente do tempo, o validador debitará uma nova tarifa do Metrô ou da CPTM, recomeçando a contagem do período de integração.

Os atuais cartões de bilhete único, usados nos ônibus, não precisam ser trocados. Quem tiver esses cartões carregados com crédito antes do início da integração com o Metrô e CPTM poderão usá-los normalmente. A recarga continuará sendo feita nos moldes atuais: em lotéricas da Caixa Econômica Federal, postos da SPTrans e rede complementar.

Os atuais bilhetes magnéticos do Metrô e da CPTM continuarão a ser aceitos nos bloqueios das estações metroviárias e ferroviárias.

Os créditos do bilhete único poderão ser utilizados tanto no Metrô como na CPTM e nos ônibus, sem distinção. A tecnologia do sistema reconhecerá automaticamente qual dos três é utilizado e fará o débito correspondente.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Deixe uma resposta

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube