segunda-feira , 4 julho 2022

Prefeitura e Microsoft fazem parceria

A Prefeitura firmou parceria com a empresa Microsoft para a realização de projetos de inclusão digital e aumentar a oferta de computadores e o acesso à internet para pessoas carentes. A cerimônia foi realizada nesta terça-feira (16) no prédio da antiga Gráfica Municipal, que sedia a primeira Incubadora Municipal de Projetos Sociais Auto-Financiados. O prefeito Gilberto Kassab, acompanhado pelo presidente da Microsoft Brasil, Michel Levy, também inaugurou o Telecentro Incubadora. A parceria prevê a criação de Telecentros multimídia e com acessibilidade e de um centro de reciclagem de computadores. Também participou da solenidade o secretário de Participação e Parceria, Ricardo Montoro.

“Telecentro é prestação de serviço. É a Prefeitura fazendo com que a comunidade carente tenha acesso ao conhecimento. E este conhecimento está inserido no contexto de priorizar ações que fortaleçam a Educação, que é nossa maior meta”, afirmou Kassab. O prefeito comemorou a parceria com a empresa mundialmente reconhecida pela qualidade na área da informática. “Estamos investindo em Educação, Trabalho e expandindo nossa rede de Telecentros. Hoje, de uma maneira diferenciada, estabelecemos parceria com a Microsoft que vai possibilitar a manutenção efetiva e rápida nos nossos equipamentos, dando mais qualidade aos serviços prestados”.

A partir da assinatura do protocolo, a Microsoft cederá licenças de software para todos os novos Telecentros e, gradualmente, para os que já estão em operação. Isso facilitará o acesso a programas mais sofisticados e que permitam a utilização dos recursos na execução de projetos de capacitação profissional. Os Telecentros operam atualmente com softwares livres – sistema operacional Linux e o pacote de utilitários Open Office.

O protocolo de intenções é dividido em três projetos a serem desenvolvidos dentro da Incubadora, um equipamento municipal que oferece espaço e infra-estrutura para que entidades e organizações não-governamentais ofereçam programas sociais e cursos de capacitação para a comunidade. Os recursos oferecidos pela empresa totalizam R$ 1,2 milhão, dos quais R$ 500 mil são destinados à realização de programas de capacitação de jovens em projetos desenvolvidos em parceria com a Prefeitura.

O centro de reciclagem de computadores pessoais será viabilizado com outro parceiro, a ONG Fundetec. É a primeira instituição beneficiada pela Incubadora que vai implementar, com o suporte da Microsoft, uma fábrica de reciclagem de PCs. Deverão ser treinados 120 jovens por semestre. Eles receberão aulas de matemática, português e informática nos dois primeiros meses. No período restante, vão se dedicar ao aprendizado de remanufatura de computadores.

A esse projeto se integra a Secretaria Municipal do Trabalho, que facilitará o acesso dos jovens que buscam uma formação para ingressar no mercado de trabalho. A previsão é o recondicionamento de 1.200 computadores por ano. Os computadores reciclados serão utilizados em unidades públicas, ampliando o serviço oferecido.

Com a ONG Comunitas será desenvolvido o projeto Telecentro Multimídia, cuja finalidade é criar um modelo de sustentabilidade para os Telecentros. A Rede Jovem, como foi chamada, prevê a capacitação de rapazes e moças para desenvolver trabalhos que utilizem tecnologia informatizada. A proposta é oferecer qualificação profissional que possibilite a geração de renda e emprego, além de garantir, com os cursos e serviços realizados no Telecentro, a autonomia da unidade.

“Aqui já está instalada a Rede Jovem, um programa que procura, por meio de treinamento, tornar os Telecentros sustentáveis”, explicou o secretário Ricardo Montoro. “A idéia é começar por cinco unidades que, dentro de dois anos, não precisarão mais receber recursos públicos. Através de mecanismos que o computador permite, vão oferecer serviços gráficos, cartazes e tabelas realizados pelos jovens que passaram pelo treinamento”, acrescentou o secretário de Participação e Parceria.

Outro projeto a ser desenvolvido em parceria com a ONG Efort vai capacitar jovens e adultos com alguma deficiência a utilizar tecnologia. Também vai preparar operadores de Telecentros a auxiliar usuários a utilizar equipamentos que serão oferecidos nas unidades. Para pessoas com deficiência são utilizados teclados especiais (tipo colméia), órteses (extensores que auxiliam o manuseio do teclado e mouse) e softwares para áudio-leitura.

O Telecentro Incubadora está localizado na rua Otto de Alencar, 270, no Cambuci, Zona Sul de São Paulo. É equipado com 20 computadores e impressora para uso da comunidade, além de terminal administrativo e servidor. Funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Tem capacidade para atender 200 pessoas por dia, totalizando 4 mil usuários por mês. Também será usado por alunos do Centro de Reciclagem de PCs.

Também acompanharam Kassab os secretários municipais Geraldo Vinholi (Trabalho) e Renato Baena (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida) e o subprefeito da Sé, Mário Jordão Toledo Leme.

Fonte: Prefeitura da Cidade de São Paulo

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube