quinta-feira , 19 maio 2022

Rodízio Municipal de Caminhões

Teve início nesta segunda-feira (28) o rodízio municipal de caminhões nos principais corredores da capital paulista. A restrição agora se estende às vias que limitam o centro expandido abrangendo os seguintes locais: Marginais Tietê e Pinheiros, as avenidas dos Bandeirantes, Tancredo Neves, Professor Ignácio de Anhaia Melo (entre o viaduto Grande São Paulo e a avenida Salim Farah Maluf), Afonso D’Escragnole Taunay, rua das Juntas Provisórias e Complexo Salim Farah Maluf. A Secretaria Municipal de Transportes estima que a nova medida deve tirar 20% dos caminhões que circulam por essas vias no horário de pico, o que corresponde a cerca de 24 mil veículos pesados por dia. As mudanças, implantadas no término das férias escolares na rede estadual e em parte da rede particular de ensino, devem gerar significativa melhora no tráfego da cidade. Os motoristas que desrespeitarem o rodízio serão multados em R$ 85,13 e perderão quatro pontos na carteira de habilitação. Nesta manhã, o prefeito e o secretário municipal de Transportes acompanharam a fiscalização dos caminhões no pátio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), na Marginal Tietê, Zona Oeste.

Com a medida, agora os caminhões terão de respeitar o sistema de rodízio municipal existente há mais de uma década para carros. Por ele, veículos com placas de final 1 e 2 não circulam na segunda-feira; os de final 3 e 4, na terça; 5 e 6, na quarta; 7 e 8, na quinta; e 9 e 0, na sexta-feira. O horário de restrição na parte da manhã é das 7h às 10h e à tarde, das 17h às 20h. A restrição do rodízio não se aplica a alguns tipos de caminhões, como aos do Corpo de Bombeiros, guinchos, Correios, coleta de lixo, serviços públicos essenciais e transporte de alimentos perecíveis.

Para informar os caminhoneiros de outros Estados que vêm a São Paulo, a CET instalou 70 faixas em pontos estratégicos de chegada à cidade. Estão sendo divulgadas informações ainda pelos Painéis de Mensagens Variáveis existentes na capital e nas rodovias que dão acesso ao Minianel Viário. Também foram avisados as transportadoras e os sindicatos dos caminhoneiros. A fiscalização foi intensificada. A partir de hoje, mais 125 marronzinhos da CET e soldados de apoio da Polícia Militar ficarão em 45 pontos fixos para que os agentes possam verificar os eventuais caminhoneiros que desrespeitarem o rodízio. Além dos pontos fixos, viaturas farão fiscalização em 14 rotas operacionais.

A Secretaria Municipal de Transportes prevê que a medida ajudará a melhorar o trânsito na cidade, onde vivem 11 milhões de pessoas e a frota tem mais de 6 milhões de carros. A tendência é que a circulação de veículos pesados pela capital diminua cada vez mais. A expectativa da Secretaria dos Transportes é que em 2010, quando o trecho sul do Rodoanel estiver concluído, os caminhões não precisem entrar mais na cidade para levar suas mercadorias aos Portos de Santos e São Sebastião e a outros municípios e Estados.

Esta é a terceira etapa das medidas anunciadas pela Prefeitura dentro do programa para desafogar o trânsito em São Paulo que foi iniciado há quatro meses. Em 30 de junho, foi posta em prática a nova Zona Máxima de Restrição à Circulação (ZMRC), na área interna do chamado centro expandido da capital, que proíbe o tráfego de caminhões de médio e grande portes, das 5h às 21h, de segunda a sexta-feira, e das 10h às 14h, aos sábados, numa área de 100 quilômetros quadrados. A partir de 1º de agosto, os VUCs (Veículos Urbanos de Carga) poderão transitar apenas das 10h às 16h no sistema de placas com finais ímpares liberadas nos dias ímpares do mês e finais pares nos dias pares do mês.

Os esforços para melhorar a fluidez do trânsito de São Paulo não param por aí. A partir desta semana, a Secretaria Municipal de Transportes dará início às mudanças na política de estacionamento da cidade. Estão sendo mapeados importantes bolsões para que eles voltem a fazer parte do viário. Um projeto piloto já foi realizado na rua Bela Cintra, onde melhorou 30% o trânsito local.

Fonte: Prefeitura da Cidade de São Paulo

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube