quarta-feira , 17 agosto 2022

Arquivo Público do Estado põe acervo na internet

O Arquivo Público do Estado de São Paulo lançou no mês passado seu novo site (www.arquivoestado.sp.gov.br), totalmente reformulado. Com a navegação mais fácil e o novo layout podem ser consultadas na internet mais de 250 mil páginas de documentos sobre a história de São Paulo, entre manuscritos, fotografias, jornais, revistas e filmes que compõem o acervo da instituição.

“Este site ressalta a preocupação do Arquivo Público do Estado com as novas tecnologias da informação, seja para divulgar seu acervo de maneira democrática, seja para garantir a gestão e preservação de documentos digitais”, explica Carlos de Almeida Prado Bacellar, coordenador do Arquivo Público do Estado de São Paulo.

Na página inicial, estão em destaque as principais novidades sobre o Arquivo Público: notícias, agenda de eventos, publicações, exposições virtuais e a Histórica, revista eletrônica da instituição. Também é possível ver imagens do andamento das obras de reforma e ampliação do Arquivo Público do Estado, que tiveram início em novembro de 2009 e seguem até dezembro de 2010.

Outra novidade é a criação de páginas temáticas sobre a história do estado que reúnem diferentes segmentos do acervo de modo didático e atraente para o público. São elas: “Memória da Imprensa”, “Imigração em São Paulo” e “Viver em São Paulo”. A disponibilização de mais documentos é parte da dinâmica proposta para estes e os demais módulos temáticos que serão futuramente criados. “Com esta iniciativa, nós temos o objetivo de apresentar a riqueza de nosso acervo e, ao mesmo tempo, estimular o interesse do cidadão pela história do nosso estado”, diz Bacellar.

Duas destas páginas temáticas apresentam resultados obtidos em projetos de tratamento técnico realizados na instituição em 2009. Em “Imigração em São Paulo”, é possível consultar documentos dos Núcleos Coloniais do Estado, projeto que contou com o apoio financeiro do BNDES. Já em “Viver em São Paulo”, página que oferece testemunhos do cotidiano paulista dos séculos 18 ao 20, são disponibilizados os ofícios diversos de São Paulo (1822-1919), projeto realizado com recursos do Fundo de Direitos Difusos do Ministério da Justiça. Na mesma página encontram-se os Maços de População, um dos mais completos conjuntos censitários do período colonial, que foram digitalizados em parceria com a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. Também compõem este segmento documentos do acervo do DEOPS-SP disponibilizados a partir do projeto Memórias Reveladas e a coleção digitalizada do jornal Última Hora, que também ganhou um novo layout.

Já em Acervo Digitalizado, é possível consultar outros documentos, com destaque para a recente digitalização de nove títulos de jornais do século 19, entre os quais está o primeiro jornal editado na província de São Paulo, O Farol Paulistano (1827), e mais de 400 exemplares da revista A Cigarra, publicação bastante popular no início do século 20.

Também é possível conhecer um pouco mais sobre as áreas técnicas de preservação, tratamento arquivístico, difusão e ação educativa. “A ideia aqui é produzir diversos materiais de apoio técnico que possam auxiliar profissionais da área de gestão documental”, diz Bacellar. “A página de Ação Educativa ainda deve oferecer materiais de caráter didático-pedagógico para professores de ensino fundamental e médio”, completa.

Com este site, a história de São Paulo ganha um espaço interativo e dinâmico que será constantemente atualizado com documentos digitalizados do acervo do Arquivo Público do Estado e informações sobre as atividades desenvolvidas na instituição.

Acesse: www.arquivoestado.sp.gov.br

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube